top of page
Buscar
  • Foto do escritorLara

RECOMEÇAR

A necessária renovação e mudança de valores



Todo início de um novo ano nós temos o ímpeto de nos renovarmos, não é mesmo?

Fazemos uma lista de coisas que queremos mudar em nós, mudar em nossa vida, coisas que queremos conquistar, que queremos fazer… Ah!!! O ano novo!!!

Mas o que acontece é que os problemas, as dificuldades, as provações vão aparecendo e nós vamos deixando todos os nosso planos para depois. Parece que nos exaurimos em problemas. E quantos de nós passam então a se sentir pobres coitados, vitimas da vida, os mais coitados e sofridos de toda a humanidade… É aí que o problema realmente começa.

Quando nos colocamos como vitimas, como coitados e pobres sofredores, merecedores da misericórdia alheia, perdemos grande oportunidade de amadurecer e evoluir. Todos os eventos da vida, alegres ou tristes, fazem parte do conjunto de experiências para o nosso crescimento. Não são punições e nem mesmo eventos aleatórios que não nos fazem justiça. É a nossa própria colheita daquilo que semeamos ao longo do tempo, nesta ou outras existências.

"Dor e sacrifício, aflição e amargura, são processos de sublimação que o Mundo maior nos oferece, a fim de que a nossa visão espiritual seja acrescentada." Chico Xavier pelo espírito Emmanuel

Quando as dificuldade e provações batem em nossa porta, é necessário o nosso amadurecimento e nossa compreensão de que é urgente uma mudança de rota em nossa vida. É preciso modificar o nosso panorama interno e externo, transformar a nossa visão interior.

Nenhum de nós é isento de deveres e responsabilidade para conosco e para com o próximo. É necessário termos uma visão mais adulta do mundo, despertando em nós mesmos valores morais e éticos.

Quando desenvolvemos uma visão mais espiritual das experiências pelas quais passamos, não há como nos colocarmos em posição vitimista ou de autopiedade. Assumindo a nossa própria responsabilidade diante da vida, do mundo e de nós mesmos, promovendo a nossa transformação interior e superando os nossos limites do personalismo e do desequilíbrio íntimo é que nos tornaremos adultos espirituais.

Se assumimos uma postura derrotista, nos julgando coitados de determinada situação, colocamo-nos em posição de ignorância da própria existência. Devemos combater esses sentimentos mudando nossa visão interior e nos comprometendo com nossa própria iluminação.



E como recomeçar?


Para recomeçar devemos nos renovar por dentro, dia a dia.

É preciso avançar no conhecimento superior, construindo uma vida equilibrada, adquirindo discernimento através da aceitação e superação dos problemas do mundo pela força do nosso trabalho e da nossa serenidade, sem nos esquecermos de nossos deveres.

Inspiremos-nos na mitológica ave Fênix, que, quando sentia-se decrépita e perto da morte, imolava-se numa pira funerária e então renascia das próprias cinzas transformando-se em símbolo da imortalidade, renascimento e renovação espiritual.



13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page