top of page
Buscar
  • Foto do escritorLara

AMOR

Amor é liberdade.



Amor.

A maioria de nós fala em amor. Mas será que sabemos mesmo amar?

É preciso que olhemos nossas relações com sinceridade e honestidade. Todas as relações. Pais, filhos, irmãos, companheiros, amizades...

Quando observamos nossas relações, por exemplo com nossos filhos, será que estamos deixando nossos filhos voarem ou estamos segurando as asas deles? Queremos escolher o caminho por eles?

Trabalhei muitos anos dando aulas de reforço para alunos do ensino fundamental e médio, e perdi a conta de quantas vezes escutei de pais que o filho deveria escolher tal profissão e na verdade o filho queria seguir outro caminho totalmente diferente.

É claro que é dever de todos os pais orientarem os filhos, educando-os para uma vida que busque a felicidade e a realização pessoal, ensinando o que é certo e errado, que não devemos fazer nada que prejudique o outro, que devemos estender as mãos para aqueles que precisam de ajuda, que devemos respeitar as diferenças… e por aí vai. Mas não devemos e nem podemos escolher o caminho que nossos filhos vão seguir. Cada um de nós tem seu próprio caminho para trilhar. Querer escolher o caminho do outro não é amor, é posse.

E, quando achamos que temos o direito de escolher ou interferir no caminho do outro, é melhor analisarmos nossos sentimentos e nossas emoções, com certeza eles estarão em desequilíbrio. Não é bom nos transformarmos em pedra de tropeço no caminho daqueles que dizemos amar.

"Amor não é posse. Amar é doar, é libertar, é permitir que o outro tenha a oportunidade de escolher e trilhar o caminho que lhe é próprio. Amar é permanecer amando, mesmo sabendo que os caminhos escolhidos são diferentes do nosso." - Robson Pinheiro pelo espírito Pai João de Aruanda

Analisar nossas relações, todas elas, transcendo nosso sentimento de apego e vivenciando uma verdadeira relação de amor é nos libertarmos de amarras que não nos deixam crescer e, algumas vezes, arruinam o caminho daqueles que amamos.

O amor é o maior de todos os sentimentos. Não há caminho fora do amor. Fora do amor só encontramos dor e sofrimento.


O amor é o único caminho


Quando começamos a entender, passando a vivenciar verdadeiramente o amor, tudo muda em nossa vida, tudo. Se escolhemos o caminho da posse e do apego só trazemos problemas para nossa vida, conflitos, sentimentos de raiva, de revolta, de ódio… Praticar o desapego em nossas relações, eliminado o sentimento de posse sobre o outro, permitindo que cada um faça suas próprias escolhas, deixa nossa vida mais leve e mais fácil de ser vivida.

Cada um de nós tem sua própria história e trajetória. Muitas vidas vivemos e muitas ainda viveremos encarnados até que tenhamos a coragem de trilhar nosso caminho pelo amor. Amar é enxergar no outro a centelha divina que existe também em você. É compreender que cada um tem seu próprio caminho para trilhar fazendo suas próprias escolhas. Amar é se libertar do sentimento de posse e libertar o outro para voar e alcançar a imensidão de sua própria vida.

Amor é liberdade!

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CASAMENTO

Comments


bottom of page