top of page
Buscar
  • Foto do escritorLara

LEIS

Que leis devemos seguir na vida?


Algumas vezes percebo que meu pensamento voa longe, num passado que eu não me recordo agora, enquanto estou na matéria, mas sinto a sua força nas fibras do meu ser.

Por esses dias, fui tocada por uma nostalgia, como se meu coração tivesse sido sensibilizado por lembranças alegres e perdidas na poeira do tempo.

Creio que essa saudade seja por saber, em meu íntimo, que vivi outras experiências em outros lugares mais felizes, e, por alguma razão, não consegui me comprometer verdadeiramente com o bem para lá permanecer.

Fiquei remoendo esse sentimento por alguns dias, sem saber de fato o que me incomodava tanto: se a lembrança de uma felicidade que eu não conseguia sentir, se a certeza de que eu não a merecia ainda pelos equívocos que com certeza cometi, ou ainda pela sensação de saber, no imo da minha consciência, o motivo pelo qual não me comprometi em fazer o bem, ou seja, deixei dominar-me pelo orgulho e egoísmo.

Nós todos, cada criatura sem exceção, fomos criados imperfeitos pelo Pai para, através da luta contra nossa própria imperfeição, atingirmos a verdadeira felicidade.

E como o Pai é perfeito, ele estabeleceu leis perfeitas para a nossa evolução. E todas as vezes que atentamos contra as Leis de Deus, seja por rebeldia ou indisciplina, somos constrangidos à nossa própria corrigenda.

Foi fácil, a partir desta reflexão, perceber que minha tristeza era de fato porque, provavelmente, vivi em um mundo que estava alcançando um patamar de habitantes mais equilibrados e comprometidos com o bem e as leis divinas, um mundo de maior de evolução que o nosso, e não fui capaz de me sustentar vibratoriamente para permanecer nele, pelos meus erros e equívocos. Daí, a misericórdia do Pai deu-me outra oportunidade de recomeçar em um mundo onde eu me encaixava vibratoriamente: um mundo de provas e expiações.

Como eu disse: as Leis de Deus são perfeitas e justas.

Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir. Digo a verdade: Enquanto existirem céus e terra, de forma alguma desaparecerá da Lei a menor letra ou o menor traço, até que tudo se cumpra.” - Mateus 5:17-18

E onde estão escritas as Leis de Deus?

Móises registrou os pilares da verdade, que é invariável, os princípio morais universais, através dos 10 mandamentos que está em Êxodo 20:2-17.

Jesus, o espírito mais perfeito que Deus ofereceu a nós para ser nosso guia e modelo a seguir, viveu e nos ensinou a mais pura Lei do Senhor: o Amor.

Allan Kardec trouxe a codificação espírita, o Consolador prometido por Jesus, que desenvolve, completa e explica o que foi dito por Jesus de forma alegórica porque o homem não conseguia ainda compreender de forma clara e precisa.

É imprescindível para nós, para evoluirmos e sermos felizes, estudar e compreender as Leis de Deus. Por isso, mãos à obra!!! Vamos estudar a Bíblia, a Codificação Espirita e todos os livros que nos esclarecem quanto a Lei de Amor do Pai.

Ah!!! E respondendo a minha própria pergunta, o livro dos espíritos nos diz que a Lei de Deus está inscrita em nossa consciência.


Diante da Lei

Permitam-me aqui, citar o espírito Emmanuel que, no livro Justiça Divina pela psicografia de Chico Xavier, fez importantes reflexões. No capítulo Diante da Lei, Emmanuel nos diz:

"Chegamos, no dia claro da razão, simples e ignorantes diante do aprimoramento e do progresso, mas com liberdade interior de escolher o próprio caminho. Todos temos, assim, na vontade a alavanca da vida, com infinitas possibilidades de mentalizar e realizar. O governo do Universo é a justiça que define, em toda parte, a responsabilidade de cada um.

A glória do Universo é a sabedoria, expressando luz nas consciências. O sustento do Universo é o trabalho que situa cada inteligência no lugar que lhe compete. A felicidade do Universo é o amor na forma do bem de todos. O Criador concede às criaturas, no espaço e no tempo, as experiências que desejem, para que se ajustem, por fim, às leis de bondade e equilíbrio que O manifestam. Eis por que, permanecer na sombra ou na luz, na dor ou na alegria, no mal ou no bem, é ação espiritual que depende de nós."

A Lei de Deus é eterna e imutável, é a única necessária a felicidade do homem e lhe indica o que ele deve fazer ou não fazer.

Só somos infelizes quando nos afastamos da Lei de Deus.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page