top of page
Buscar
  • Foto do escritorLara

CRISE

O nosso comportamento perante as crises humanas


Eu fico aqui pensando com meus botões, como diria a minha avó, que as crises são ótimas oportunidades pra que nós nos melhoremos, para que nós cresçamos.

Alguém aí pode discordar de mim e ponderar: como é possível se melhorar em momentos que são tão aflitivos em nossas vidas?

Realmente é uma pergunta em que vale gastar algum tempo a pensar.

Momentos de crise geralmente trazem dor e desconforto emocional, espiritual e algumas vezes até mesmo físico, dependendo do que estivermos enfrentando. Podem ser crises em nossas relações afetivas, em nosso trabalho, uma crise financeira, uma perda devastadora, uma doença… mas podem ser crises que nos atingem coletivamente, considerando que somos um grande grupo chamado humanidade, como guerras, desastres naturais, pandemias, calamidades políticas… é uma lista bem grande!

Como é possível então aproveitarmos esses momentos para nos melhorar?

Encarar os desafios e os tempos de crise de forma mais madura e equilibrada é um bom começo. Se aproveitarmos essas oportunidades para nos fazermos novos, para reinventarmos a vida com criatividade, bom-senso e disposição, com confiança no Pai, Criador de tudo o que existe, fortalecendo nossa fé, abre-se, então, para nós, uma vida plena, que nos dará satisfação de viver mesmo em meio às dificuldades.

"Em qualquer terreno de nossas realizações para a vida mais alta, apresentemos a Jesus algumas reduzidas migalhas de esforço próprio e estejamos convictos de que o Senhor fará o resto." - Chico Xavier pelo espirito Emmanuel

Se, em tempos difíceis, nós mantivermos a fé e o equilíbrio necessários para continuar a caminhada, sem lamentações, sem nos fazer de vítimas, sem raiva ou outros sentimentos inferiores que só causarão mais desequilíbrio em nós mesmos, transporemos todos os obstáculos.

Porque é preciso ter fé para enfrentar esses momentos.

E, em minha opinião, a Filosofia dos Espíritos nos oferece uma fé racional porque ela traz compreensão. E por ser racional ela é robusta. O conhecimento do mundo invisível, a confiança numa lei superior de justiça e progresso fazem com que essa fé tenha um caráter de calma e de segurança. Porque nós passamos a compreender que a causa dos nossos males, que o sofrimento pelo qual nós estamos momentaneamente passando é legitimo, que é a colheita da nossa própria semeadura ao longo do tempo, e assim, aceitamos esse sofrimento sem resmungos e vitimismo.

Mas tenhamos em mente que toda conquista exige o esforço de nos adaptarmos as situações e a disciplina da nossa vontade em superar a crise. Então nós precisamos abandonar a reclamação, o marasmo, a inércia e começar a semear coisas melhores, porque nós só colhemos no jardim da vida aquilo que nós plantamos.

Para sermos felizes nós precisamos espalhar a felicidade, a alegria, o respeito, o otimismo. Tudo depende de nós mesmos. A vida não recompensa quem despreza o trabalho, e quando eu falo trabalho, eu falo também do trabalho de buscar o conhecimento e o autoconhecimento.

Nós não podemos passar pelo tempo com horas vazias.


A vida nos diz: acorde!!!

É preciso que estejamos, diante das crises, imbuídos do espirito de quem enfrenta os desafios diários de cabeça firme e coração tranquilo. Porque onde nós colocamos o nosso foco mental, é aí que vivemos.

Ter atitudes melhores, mais positivas, sermos gratos por tudo até pelas dificuldades, sejam elas quais forem, são ações que nos ajudam a superar esses momentos aflitivos.

Porque a crise vem para nos avisar: "ei, você aí que está dormindo, acorde!!! Você precisa reordenar a sua vida, suas prioridades, você precisa mudar a rota da sua vida."

Você está pronto para acordar?



15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page