top of page
Buscar
  • Foto do escritorLara

JESUS

O Caminho, a Verdade e a Vida


Quem é esse ser que, mesmo após 2 mil anos, ainda é seguido por uma multidão de pessoas? Quem é esse ser que dividiu a era em que vivemos em antes Dele e depois Dele? Quem é esse ser que é tão combatido, tão achincalhado, tão ridicularizado, tão incompreendido?


Longe de minha pequenez querer dizer quem é Jesus. Porque ele não foi, ELE É.


Posso lhes dizer o que ele é para mim: ele é o mestre de todos os mestres, o médico de almas, o maior espírito a pisar o chão deste planeta, a personificação do amor do Pai, aquele a quem devemos seguir sempre, espírito tão evoluído que não temos como descrevê-lo nem compreender tudo o que realmente ele é.


Como Jesus não deixou nenhum registro escrito, só podemos procurar compreendê-lo através do Evangelho.


É claro, que muitas vezes, Jesus utilizou de parábolas para dar a sua mensagem ao povo da época. E as parábolas e alegorias podem ser interpretadas por diversos modos, por isso, existem algumas divergências quanto a interpretação delas. Mas quando Jesus faz afirmações positivas, sem ambiguidade, devemos nos atentar para essas afirmações, porque elas não são passíveis de interpretação, são afirmações claras e diretas.


Allan Kardec, no livro Obras Póstumas, nos diz: "Ninguém pode ter a pretensão de saber melhor do que Jesus o que ele quis dizer, como ninguém pode pretender conhecer, melhor que ele, a sua própria natureza."


O Evangelho contém inúmeras passagens em que Jesus faz afirmações como, por exemplo:


"Pois não falei por mim mesmo, mas o Pai que me enviou me ordenou o que dizer e o que falar. Sei que o seu mandamento é a vida eterna. Portanto, o que eu digo é exatamente o que o Pai me mandou dizer". - João 12:49-50

"Por mim mesmo, nada posso fazer; eu julgo apenas conforme ouço, e o meu julgamento é justo, pois não procuro agradar a mim mesmo, mas àquele que me enviou." - João 5:30


Jesus, através destas e de outras afirmações nos faz entender a sua íntima ligação com o Pai. Percebem a grandeza desse espírito, que realizou um enorme descenso vibratório energético para encarnar entre nós, espíritos falidos e primitivos, para nos ensinar que somos filhos do Pai, para nos ensinar sobre o verdadeiro amor, justiça e misericórdia?


Tantas lições ele nos deixou, tantos exemplos! Mas podemos resumir assim: ame a Deus sobre todas as coisas e ame ao próximo como você mesmo se ama e isso incluiu também os seus inimigos, busque o conhecimento, busque o autoconhecimento, faça todo o bem que puder.


"Jesus foi a manifestação do amor de Deus, a personificação de sua bondade infinita." - Chico Xavier pelo espírito Emmanuel

Acreditar na proposta de Jesus é confiarmos que o universo todo é sustentado pela mente poderosa do Criador. A bondade e o amor de Jesus, que estão além de nossa parca capacidade de compreensão, inspiram nossa consciência e coração para que consigamos enfrentar as lutas atuais, desenvolvendo em nós a tolerância e a compreensão perante os acontecimentos da vida.


Jesus nos convida ainda hoje, e sempre, a nos melhorarmos continuamente, a trabalharmos e servirmos em seu nome, a confiarmos sempre no amor do Pai que a tudo sustenta.


Trabalhar em nome de Jesus requer disciplina, maturidade e responsabilidade. Devemos então deixar para traz nossa mente infantil, presa ainda nos grilhões do mundo material que nos escraviza os sentidos e as emoções.


É preciso que cresçamos através da busca incessante pelo conhecimento, praticando todo o bem que estiver ao nosso alcance, dando sempre o melhor de nós em qualquer situação, cultivando sentimentos como a alegria, a bondade e o amor, mantendo a serenidade e o equilíbrio diante dos desafios da vida. E é preciso que voltemos nossos olhos para dentro de nós, para que conheçamos nossa sombra e nossa luz.


A nossa luz deve ser cultivada a cada momento para crescer e resplandecer. Nossa sombra deve ser entendida e aceita para que possamos mudar. Como disse Carl Jung: "Não conseguimos mudar coisa alguma sem antes aceitá-la." Devemos penetrar em nossa intimidade profundamente para nos encontrarmos verdadeiramente.


Buscar o Cristo, seguir seus passos e seu exemplo de amor, justiça e misericórdia, é o que devemos fazer a todo instante, pois ele é a fonte de nossas inspirações. Mas só voltando nosso olhar para nós mesmos é que perceberemos que a Verdade está inscrita em nossas consciências, como um livro eterno, mas que só pode ser aberto se fizermos esse mergulho em nosso interior, e para conseguir ler e entender esse livro, devemos saber a linguagem pura do Amor que é a essência da vida eterna.


Não foi sem motivo que Jesus disse: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim."


Sigamos Jesus!


Sigamos com Jesus!

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page