top of page
Buscar
  • Foto do escritorLara

RESGATES

A trilha que todos percorremos


Nossa existência material em um mundo de provas e expiações, como é a Terra, exige de nós que sejamos como alunos em uma escola.

Aqui, quando utilizamos a vestimenta da carne, temos a benção do esquecimento de nossos erros passados. Só assim é possível avançar, caso contrário, a lembrança de nossos equívocos, e, muitas vezes, eles são enormes, nos causaria tamanha culpa e remorso que seria extremamente difícil prosseguir e evoluir.

O Pai, em sua misericórdia infinita, nos permite o esquecimento temporário de nossos clamorosos erros, para que possamos recomeçar e aprender.

Por isso, quando aqui estamos encarnados, o mundo material funciona como bendita escola de aprendizado e aprimoramento moral, emocional, intelectual e espiritual.

Somos então matriculados na classe que nos trará melhor oportunidade de aprendizado.

Mas precisamos ter em mente que quando estamos matriculados nesta escola de evolução, também devemos nos lembrar do dever com os compromissos assumidos no tribunal de nossa própria consciência. Ao empreendermos a luta pela aquisição de conhecimento, carregamos também o fardo de nossas dívidas e enganos que precisamos ressarcir.

É o regate necessário de nossos erros.

Este é um caminho que todos nós percorremos e percorreremos até aprendermos as lições do Evangelho de Amor do Pai e repararmos todo o mal ou prejuízo que causamos aos outros e a nós mesmos.

A ignorância das leis cósmicas de amor e evolução que regem todo o universo nos aprisiona em nossas limitações. E todos nós temos limitações: dificuldade de amar, falta de disciplina, vaidade, orgulho, egoísmo...

Cabe então, a nós mesmos, através das atividades de estudo nessa escola chamada Terra e nas experiências que vivenciamos, nos libertarmos da ignorância. Quando começamos a compreender essa verdade, damos o nosso primeiro passo para a evolução consciente, e neste ponto devemos ter como principal aliada em nossa jornada de crescimento a disciplina.

Sem vontade e disciplina para empreender a busca consciente pelo conhecimento e pelo nosso melhoramento, ficaremos acorrentados em celas de provas, como a cumprir sentenças severas, muitas vezes pedidas por nós mesmos, antes de reencarnamos mais uma vez, para que possamos resgatar e corrigir nossos equívocos. Nossa consciência nos cobra constantemente o resgate de nossos erros.

Com esse entendimento da realidade, devemos utilizar a tolerância e a paciência ante os males e aflições que nos atingem durante a vida, pois é através deles que esgotamos a sombra de nossos erros passados que nos embaraçam a existência até hoje. O Pai, através de suas leis perfeitas, nos observa todo o tempo, avaliando o nosso esforço e aproveitamento ante as dificuldades enfrentadas.

Problemas que resolvemos por nós representam quotas de esforço pacifico, pelas quais adquirimos os benefícios do educandário em que nos aprimoramos para o futuro; entretanto, os problemas que nos pesam nos ombros, todos os dias, e que só o tempo consegue solucionar, constituem o preço de nossa libertação. - Chico Xavier pelo Espírito André Luiz

Em meio a tantos aprendizados que a escola terrestre nos oferece como o sofrimento, a miséria, as enfermidades, a injustiça, as guerras, os conflitos familiares, as desilusões, devemos amar, suportar, perdoar, servir e auxiliar sempre.

Resgatar nossos erros é condição essencial para a nossa libertação.


Aprender e servir para viver melhor

A vida é um presente de Deus a cada um de nós.

É nosso dever nos melhorarmos. É nossa responsabilidade corrigir nossos erros.

A felicidade não tem fórmula mágica. A felicidade nasce do bem que nós espalhamos.

A receita infalível para uma vida melhor é nos melhorarmos constantemente através da melhora que nós mesmos venhamos a realizar para o outro. Em outras palavras: devemos servir sempre.

Mas não devemos servir só a nós mesmos, porque esse não é o objetivo da vida. Viver é participar, progredir, elevar, é integrar-se.

Se temos o intuito de vivermos melhor devemos nos aperfeiçoar, nos corrigir e servir na causa do bem de todos. Escolha qualquer serviço no bem comum e mãos à obra!!!

Saiamos de nós mesmos ao encontro dos outros, sem reclamações e sem queixas, e encontraremos a nossa felicidade fazendo os outros felizes.


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CASAMENTO

Comments


bottom of page