top of page
Buscar
  • Foto do escritorLara

DESPERTAR

Necessidade urgente de cada um de nós.


Ouvimos, ultimamente, muito se falar em despertar espiritual. O que será isso? O que é despertar? Uma breve consulta ao dicionário vai nos informar que despertar é: fazer sair ou sair do sono, do estado dormente, do estado de torpor ou de inércia; acordar; fazer readquirir ou readquirir força ou atividade.


Essas definições são interessantes do ponto de vista espiritual, porque quando estamos mergulhados na ignorância, dormindo para os verdadeiros valores da existência, sem tomar conhecimento dos valores espirituais, é como se estivéssemos mesmo em estado de torpor, presos na inércia.


E aí nós acordamos. Acordamos geralmente quando percebemos o caminho que trilhamos, quando utilizamos a nossa capacidade de raciocinar e enxergar o mundo de forma mais criteriosa; ou somos acordados pelos acontecimentos difíceis e dolorosos da vida, como por exemplo uma doença, um acidente grave, a perda de um ente querido.


Vejam, o despertar acontece quando eu mesmo começo a perceber a minha necessidade de mudança e melhoramento ou acontece quando as dificuldades e desafios da vida se impõe.


E quando falamos de despertamento do ser para as questões transcendentais e superiores da vida, nós percebemos que muitas vezes, aquele que inicia esse processo de despertamento geralmente é envolvido por sensações boas, alegres, às vezes até eufóricas, porque percebe que está tendo uma iluminação mental, está tendo um melhor entendimento, uma melhor compreensão da vida, dos seus propósitos, das suas metas. O homem que começa o seu processo de despertamento apreende uma nova realidade: a realidade da vida espiritual.

"Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." - Romanos 12:2

O processo de despertamento para as verdades superiores da vida nos dá a sensação de sermos tomados por sentimentos mais elevados. Embora algumas coisas nos impeçam de começar esse processo como o egoísmo, o orgulho, a vaidade e o materialismo exacerbado.


processo, a medida que o tempo vai passando, temos a impressão de que a sensação de alegria, de júbilo interior, sofre algumas variações, ou até mesmo diminui muito, porque nós percebemos que os nossos velhos problemas não foram embora. Nós nos descobrimos ainda com os nossos traumas, com os nossos desafios, nossas dificuldades… não é porque nós descobrimos a vida espiritual, mais elevada, que os nossos problemas acabaram, nós não nos transformamos num passe de mágica em outra pessoa, nós continuamos com as mesmas limitações. É preciso ter em mente que, como seres espirituais, imortais que somos, o nosso caminho para as maiores expressões de espiritualidade somente começaram, precisamos compreender nossos próprios limites para que essas energias que passam a atuar em nós nesse processo de despertamento possam ser como um farol em nossa vida, nos impulsionando a caminhar cada vez mais, um passo por vez, com disciplina e vontade firme. O processo de aprender é roteiro para muitas vidas. E antes de nós querermos ser santos nós precisamos aprender a ser humanos, humanos melhores.


O processo de despertamento, que na verdade é o despertamento da nossa própria consciência, é individual, cada um vai descobrir o seu próprio caminho, porque nós somos pessoas diferentes, vivemos experiencias diferentes, temos histórias diferentes. O esclarecimento e a conscientização da nossa realidade íntima é urgente, porque sem o conhecimento de nós mesmos, o despertar da consciência interior fica estagnado. O processo do despertamento consciencial deve vir acompanhado de esclarecimento, de mudança de conceitos, senão não haverá real mudança de atitudes.


Um dos equívocos que cometemos nesse processo é idolatrar pessoas que estão nesse mesmo processo, porém começaram antes de nós, e nós achamos que são a mais alta expressão de espiritualidade. Isso traz uma decepção enorme quando percebemos que a pessoa que nós idolatramos ainda comete erros, enfrenta as suas dificuldades, lutam os mesmos desafios que nós. Diante desse tipo de decepção corremos o risco de abandonar o processo do despertar. É necessário entender que somos todos humanos, trazemos dentro de nós a nossa bagagem de experiencias já vividas. Precisamos trazer a nossa visão da vida para a realidade, sem misticismo, sem idolatrias e sem ilusão. Entender que todos nós estamos aqui nesse planeta lutando para o nosso aprimoramento, lutando para nos melhorarmos, para evoluirmos, mas somos todos humanos. O que nós precisamos é continuar nos esforçando no caminho do bem.


No livro Mais Perto de Emmanuel pela psicografia de Chico Xavier, há uma mensagem intitulada Acorda e Vive em que Emmanuel diz: Espiritualmente falando, a Terra, para os grandes seres que já se angelizaram, oferece o espetáculo de berçário imenso onde o Espírito humano continua dormindo na infantilidade que lhe caracteriza a evolução iniciante.


A grande maioria de nós ainda se encontra estático, cristalizado na ignorância, como sonâmbulos hipnotizados pelas próprias criações, vivendo de forma desequilibrada mesmo. Por exemplo, muitos de nós ainda sonham com dominação, com poder; muitos se vitimizam na infelicidade diante dos desafios da vida; há aqueles que administram os bens públicos como se fossem senhores exclusivos deles, há os que fazem culto ao corpo como esse isso fosse a única coisa importante, e outros tantos exemplos que poderíamos citar.


Somos espíritos vivendo uma experiência na matéria. Devemos, portanto, agir como espíritos imortais que somos. Ao ficarmos livres da ociosidade mental que nos entorpece, que nos anestesia, nós perceberemos que é necessário apurar a nossa visão, a fim de que enxerguemos o roteiro luminoso que Jesus deixou para a nossa evolução. E, se estivermos realmente dispostos a ver, vamos identificar ao nosso redor, a sementeira pronta para a nossa semeadura. Quais sementes eu estou disposto a plantar? O que eu espero colher? Há inúmeras possibilidades de trabalho e serviço no bem. Mas é preciso empreender esforço próprio.


É necessário, assim, acordar e viver para a realidade que nos rodeia.

22 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CASAMENTO

1 Comment


Jeferson Souza
Jeferson Souza
Oct 18, 2023

Tema tão atual e importante para todos aquelas pessoas que estão despertando nesse momento. Obrigado Fé? Para quê?

Like
bottom of page